» »Unlabelled » Estado emite 438 títulos de propriedade para agricultores de 16 municípios


O Governo deu mais um passo rumo à universalização do reordenamento agrário no Estado com a emissão de mais 438 títulos de propriedade para agricultores de 16 cidades do Agreste Meridional. O ato foi realizado na plenária do Todos por Pernambuco em Garanhuns, na tarde desta sexta-feira (10), e contou com a participação do governador Paulo Câmara.
A ação faz parte do Terra Legal, um programa da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (SARA), que tem como meta entregar 12 mil escrituras devidamente registradas em cartório até o final deste ano.
Trata-se da segunda entrega de títulos realizada no Governo Paulo Câmara, que defende a ação como um importante mecanismo de desenvolvimento rural, sobretudo para a agricultura familiar.  “As portas se abrem a partir da regularização uma vez que os trabalhadores podem construir suas casas, investir no solo para o plantio, comprar implementos e se inserir nos programas sociais e de crédito”, explica o chefe do Executivo pernambucano.
Até o momento, 1.785 imóveis foram regularizados. Os 1.347 primeiros no Sertão do Araripe, nas cidades de Ouricuri e Araripina. Para o Agreste Meridional, foram investidos  R$ 482.3 mil nas cidades de Angelim, Brejão, Caetés, Calçado, Canhotinho, Correntes, Garanhuns, Iati, Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo,  Paranatama, São João e Terezinha.
“Eu jamais conseguiria este documento contando apenas com minhas economias. É uma realização não só minha, mas de toda a minha família. Foi um verdadeiro presente primeiramente de Deus e depois do Governo do Estado para nós agricultores” comemorou seu José Miranda da Silva, de 51 anos. Ele é agricultor familiar, produtor de feijão e milho no município de São João.



Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta