» »Unlabelled » Encontro da Astur-PE encerrou ciclo de reuniões de 2015 com reivindicações e homenagem


A Zona da Mata Norte de Pernambuco recebeu esta semana representantes de municípios de todo o Estado durante o 4º Encontro da Associação dos Secretários e Dirigentes de Turismo (Astur). Nos dias 17 e 18 de novembro, eles debateram a legislação que pretende regular a criação de estâncias em todo o país e ainda realizaram uma mostra gastronômica e a entrega do prêmio Othon Bezerra de Mello à jornalista Jô Mazzarolo. O evento foi realizado na Pousada Litoral Norte, na Praia de Atapuz, em Goiana. Após a reunião, também ficou definido o próximo destino do evento, que será realizado em Cupira, no Agreste, com data a definir.
Após a apresentação do município anfitrião, Goiana, com direito a caboclinhos e muita cultura, a Mesa Redonda, presidida por André Quirino e pelo gestor de Desenvolvimento Territorial do SEBRAE, Juvenal Valério, detalhou ponto a ponto o Projeto de Lei 1058/2015, já aprovado na Câmara dos Deputados, que regulamenta e estabelece requisitos mínimos para a criação de estâncias. “O Nordeste tem importância turística suficiente para não aceitar e reagir mostrando como realmente deve ser feito. Se não o fizermos agora, esse tipo de atitude vai se consolidar e pode prejudicar toda a cadeia do turismo. Sugiro, inclusive, que o próprio estado de Pernambuco legisle sobre esse assunto”, disse Juvenal. De acordo com o presidente da Astur, André Quirino, serão articulados com urgência os apoios de senadores, ministros e Governo de Pernambuco para proteger o setor de uma legislação que denominou como “falha e absurda”.
Entre as exigências determinadas pelo Projeto de Lei, de autoria do deputado Herculano Passos, está a necessidade de possuir ar atmosférico de qualidade, enquanto por outro lado itens como infraestrutura gastronômica ou detalhes mais abrangentes para a garantia da qualidade da atividade turística sequer são citados. Aliás, para a surpresa de todos os presentes, nem os representantes da Empetur – Gil Marinho, ou da Secretaria de Turismo e Esportes de Pernambuco – Hamilton Falcão, foram informados oficialmente sobre o Projeto de Lei. “Após a reunião, foi lançada a proposta de redigir um documento com sugestões e considerações a ser enviado para todos os senadores, incluindo aqueles que representam o Estado em Brasília, como Fernando Bezerra Coelho, Humberto Costa e Douglas Cintra”, avisou André Quirino.
Durante a mostra gastronômica, quitutes de Lagoa dos Gatos, Agrestina, Panelas e Goiana ficaram disponíveis para todos os convidados. Também foi ministrada pela consultora do Sebrae, Roberta Nunes, uma palestra sobre a gestão pública em parceria com o trade turístico.
Um dos grandes momentos da noite, a jornalista Jô Mazarollo recebeu o Prêmio Othon Bezerra de Mello em reconhecimento pelos serviços prestados por ela ao difundir o potencial turístico de Pernambuco. Jô é diretora da Rede Globo Nordeste e sempre inclui reportagens sobre o setor em toda a programação. Entre os exemplos estão projetos turístico-culturais como Nordeste, Viver e Preservar, Pernambuco Quero Te Ver, São João do Nordeste e Espaço Pernambuco. Além disso, o investimento nas coberturas do Carnaval e da Paixão de Cristo. “Vejo o turismo em Pernambuco não somente no litoral, mas de cultura, de gente e espetáculos que não existem em nenhum outro lugar do país. E vejo também que toda a lembrança que se leva daqui é uma obra de arte. O turismo é uma saída limpa, maravilhosa, que dá empregos. Tudo o que é feito aqui tem uma dose de trabalho, amor e história e tenho certeza que não vai acabar porque tanto quanto a cultura, o artesanato passa de pai para filho e isso nunca acaba. Por esses e outros motivos, a Rota 104 já é uma realidade e virão outras. Contem com a gente para divulgar cada uma delas. Vamos trabalhar juntos, sempre”, disse a comunicadora em seu discurso. Jô recebeu ainda presentes de Goiana, Lagoa dos Gatos e Igarassu.
Logo em seguida, em uma fala emocionada, o prefeito de Goiana, Frederico Gadêlha, classificou Atapuz como “uma comunidade que é um pedacinho do céu de belezas simples, mas perfeitas. O turismo une povos e isso é importante porque podemos mostrar para todos o que temos para oferecer”.
Também presente na noite, o secretário de Turismo do Recife, Camilo Simões, destacou o trabalho desempenhado pela Astur-PE no sentido de unificar as Secretarias de Turismo do Estado e fazendo com que todos cresçam juntos. “A iniciativa de levar municípios para o Recife Antigo de Coração foi de grande valia e enriqueceu o nosso evento. Precisamos entender que não somos concorrentes, mas destinos complementares. O turismo é o contrário da indústria e outros setores da economia. Trabalhamos e militamos num segmento que gera emprego, renda, e dignidade ao trabalhador. Em 2016, as portas continuam abertas”, garantiu Simões. A noite foi encerrada com apresentações das Orquestras Curica e Saboeira, na área externa da Pousada Litoral Norte.
O dia seguinte foi reservado para uma visita técnica ao Engenho Massaranduba do Norte, local onde está a Aparauá Ecoaventura, que oferece de maneira sustentável, a proposta de um turismo pedagógico, de contemplação e experiência em um único espaço.


Texto: Edméa Ubirajara
Fotos: Adriano Monteiro/Decom PMA








Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta