» » » SINTEPE: Fim do Conselho destacou unidade para continuidade da luta


O Conselho Estadual de Representantes terminou na tarde desta terça-feira (20), com os informes e deliberações encaminhadas pelo plenário composto por diretores do SINTEPE, representantes setoriais, representantes dos Núcleos Regionais e Delegados Municipais.
Os primeiros informes repassados pelo presidente do SINTEPE, Fernando Melo, foram sobre a participação dos representantes, no Conselho Nacional de Entidades (CNE), realizado semana passada, na CNTE, em Brasília.
A atividade contou com uma mesa que discutiu a Reforma do Ensino Médio, a Medida Provisória, 746. Em seguida, uma mesa sobre Reforma da Previdência, e por fim, o Reajuste do Piso em 7.64%. “Com relação à sequência das reformas, temos que a próxima será a trabalhista e isso vem com muita força para cima da gente porque há uma prevalência do negociado sobre o legislado”, sublinhou Melo. O que significa que se o sindicato fechar negociação inferior àquelas condições o que irá valer será o negociado sobre o legislado. O sindicalista enfatizou que a contratação do funcionário não será feita mais pelo CPF e sim pelo CNPJ.
Hoje, o Congresso Nacional conta com 240 parlamentares que integram o grupo de obediência ao Governo Federal, 173 parlamentares dão apoio condicionado e apenas 100 parlamentares defendem as questões trabalhistas. “Só para gente ter uma ideia se a PEC 55 tivesse sido aprovada em 2003, o salário mínimo valeria R$ 509”, exemplificou.
Diante dessa questão, será realizado o Congresso da CNTE, que acontece de 12 a 15 de janeiro, em Brasília, inclusive com indicativo de uma greve geral por tempo indeterminado, puxada pela CNTE, e incluindo todos os movimentos sociais. Na ocasião, se tirou também uma data representativa no 8 de março, porque as mulheres terão maiores prejuízos com a reforma e se aposentarão aos 65 anos. E ainda, o CNE também retirou a medida para fazer enfrentamento aos parlamentares por conta da seriedade das medidas que estão sendo aprovadas.
E por fim, o plenário do Conselho Estadual de Representantes aprovou os dois encaminhamentos abaixo:
1.       Colar o Conselho Estadual de Representantes ao Congresso da CNTE para que o Plano de Lutas aprovado seja debatido e vivenciado no movimento sindical.
2.       Convidar o representante do DIAP que viesse a Pernambuco para realizar um debate sobre Previdência, com a presença das Regionais, Setoriais e a Base, no Centro de Convenções, no Teatro Guararapes.

"Que nos apoiemos uns nos outros para continuar lutando, e que sonhemos com um 2017 melhor", finalizou Melo.



Fonte e fotos: Site oficial do SINTEPE

Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta