» » » Bradesco é multado em R$ 800 milhões por dispensa discriminatória


O banco Bradesco foi condenado em primeira instância a pagar uma multa de cerca de 800 milhões de reais por dispensa discriminatória e sonegação de aumento salarial a funcionários, informou o Ministério Público do Trabalho.
O MP do Trabalho do Rio Grande do Sul assinalou que a decisão correspondeu a uma "indenização por danos morais coletivos de 1% do lucro líquido obtido entre 2008 e 2012, mais os juros devidos desde o ajuizamento da ação, em 2013, totalizando cerca de R$ 800 milhões".
A ação civil foi iniciada após a denúncia de dois irmãos que trabalham em diferentes agências do banco no Rio Grande do Sul e que foram demitidos no mesmo dia, sendo "considerada represália do banco em decorrência de ação trabalhista movida pelo pai dos dois, ex-gerente do banco", explicou a nota, divulgada na sexta-feira (3).
O MP determinou também que o banco deixou de dar aumentos salariais e benefícios correspondentes às promoções de alguns funcionários, tendo que pagar as diferenças de forma retroativa até 2008, cinco anos antes do início do processo.
O Bradesco disse que não se manifestaria sobre este caso, que ainda está em curso.
O banco é um dos maiores bancos junto com o Itaú, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.


Da AFP
Imagem reprodução da internet

Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta