» » » Botijão de gás pode chegar a R$ 80 em Pernambuco


Anunciado nesta terça-feira (10) pela Petrobras, o reajuste médio de 12,9% no preço do gás de cozinha aplicado aos distribuidores pode fazer que o produto chegue a custar R$ 80 ao consumidor final em Pernambuco. A estimativa, ainda inicial, é feita pelo Sindicato dos Revendedores do Gás Liquefeito de Petróleo em Pernambuco (Sinregas-PE). A entidade destaca que o percentual estabelecido não é repassado automaticamente aos consumidores, já que a mudança nos preços demanda outros custos a distribuidores e revendedores.
"Para a nossa categoria não há nada de positivo na política de reajustes constantes. Cada vez que o preço sobe, nos demanda mais capital de giro para a compra dos produtos e compromete o planejamento da empresa", diz a presidente do Sinregas, Francine Gulde.
Em Pernambuco, o preço atual do botijão de gás varia de R$ 65 a R$ 70. Mas, de acordo com a nota emitida pela Petrobras, a estimativa é que o preço do botijão pode ser reajustado, em média, em 5,1% ou cerca de R$ 3,09 por botijão (se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos).

Sindigás

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) calcula que o reajuste oscilará entre 7,8% e 15,4%, de acordo com o polo de suprimento.
De acordo com a entidade, a correção aplicada não repassa integralmente a variação de preços do mercado internacional. Diante disso, o Sindigás estima o preço do produto para botijões até 13 quilos “ficará 6,08% abaixo da paridade de importação, o que inibe investimentos privados em infraestrutura no setor de abastecimento”.

Do JC online
Imagem da internet



Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta