» » » EMPRESA INICIA CONSTRUÇÃO DO ATERRO SANITÁRIO DE PASSIRA

 


Após a assinatura do Termo de Cessão realizado entre a Prefeitura de Passira e a C.T.R Capibaribe, no dia 05 de junho (Dia mundial do Meio Ambiente), os sócios da empresa deram entrada alguns dias depois, na Agência Estadual de Meio Ambiental (CPRH) - Órgão ambiental do Governo de Pernambuco - para emitir as primeiras licenças. 

Segundo o Engenheiro e um dos sócios do empreendimento, Glauber Galdino, a demora para inciar os primeiros passos para construção do Aterro Sanitário, se deu primeiro devido à pandemia do novo Coronavírus e, segundo, devido as burocracias da CPRH para liberar as licenças. 

"Nós ainda estamos na fase de licenciamento, infelizmente é a mais longa, e por conta da pandemia, os órgãos que emitem essas licenças também atrasaram um pouco com alguns processos. Demos entrada no dia 15 de julho de 2020 na CPRH (órgão que licencia esse tipo de empreendimento), porém somente no dia 25 de setembro recebemos uma equipe do órgão na área onde será construído o aterro, que resultou num termo de referência que instrui a empresa a realizar o estudo de impactos ambientais, esse termo de referência nos foi entregue pela CPRH somente no dia 09 de novembro, depois disso, nós já reunimos uma equipe multidisciplinar formada por engenheiros civis, florestais, biólogos, sociólogos e geólogos  e demos início aos estudos". 

Ainda segundo o engenheiro, o órgão ambiental autorizou a empresa a construir os acessos e cercar a área, além de perfurar um poço para monitoramento de águas subterrâneas, quando concluído, o  empreendimento terá capacidade para atender além de Passira, os municípios vizinhos como Limoeiro, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Salgadinho e até alguns mais distantes como Carpina. Todos em um raio de 50 Km.

Segundo o Diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de Passira, Mailson Oliveira, a Gestão fez tudo o que esteve ao seu alcance para que o empreendimento viesse a acontecer: "Fizemos tudo o que foi possível para que o empreendimento viesse a acontecer, cedemos um terreno de 15 hectares do nosso distrito industrial, enviamos projetos para o poder legislativo, ajustamos demandas do terreno no cartório de imóveis e na Receita Federal, cabe agora única e exclusivamente à CPRH liberar as licenças e a empresa concluir o empreendimento" destacou o Mailson.

Com a conclusão de algumas fases de estudos, a empresa aguarda as próximas licenças da CPRH, que segundo os empreendedores, serão liberadas nos próximos meses, sendo assim, o Aterro Sanitário de Passira já entraria em operação em maio de 2021.

Com informações do ECONOMIA NO FOCO

IMAGENS DE ALGUMAS FASES DO ESTUDO:


ENSAIO DE QUALIDADE DO AR


PERFURAÇÃO DE POÇO ARTESIANO PARA ESTUDO HÍDRICO


ENSAIO DE SOLO

Postador Paulo Pinto

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta